Organização

Eu sempre tive vontade de me organizar e invejei quem conseguia fazer tudo o que tinha que fazer dentro do prazo previsto. Não que eu não cumpra prazos, mas só eu sei quanto me custa fazer tudo o que me proponho. Ás vezes eu até acho que a culpa é minha, que assumo mais do que seria humanamente possível realizar, mas o bom é que com ou sem sofrimento eu acabo fazendo tudo.

Meu marido vive dizendo que eu deixo muita coisa para trás, mas eu prefiro dizer que estabeleço prioridades: se não dá pra fazer tudo de uma vez, eu vou fazendo o que é mais importante, o resto vai ficando arquivado até eu ter tempo de colocar em prática.

Além do mais eu sou perfeccionista, se tenho que fazer quero fazer bem feito – pra não ter que refazer depois – então se eu sei que o tempo não vai dar pra isso, eu arquivo até segunda ordem e sem dor na consciência por isso.

No passado eu sofri de “síndrome de Cinderela”. Quem está pensando que tem alguma coisa a ver com achar-me uma princesa, enganou-se. Vamos ver, quem era Cinderela e o que fazia? Ela tomava conta de um castelo, cuidava da madrasta e das duas irmãs malvadas, cozinhava, lavava, passava, cuidava dos bichinhos e ainda tinha gás pra ir a um baile e dançar em sapatinhos de cristal até meia-noite! Então quem sofre de síndrome de Cinderela também acha que tem que fazer tudo com perfeição e que não pode deixar nada pra trás.

Hoje em dia eu ainda pego pesado, faço zilhões de coisas, mas me reservo o direito de desligar de tudo e descansar. Antes eu nem dormia, era fechar os olhos e ter uma ideia maravilhosa, aí eu já levantava e botava no papel. Acordava com provas completas no bloquinho – providencialmente deixado ao lado da cama – e só tinha que correr pra digitar antes de ir pra escola, porque se eu deixasse pra mais tarde aquilo ficava na minha cabeça o dia todo, quando fosse digitar a prova já tinha mais de 100 questões. Acho que por isso mesmo os alunos chamavam minhas provas de “simulado”. Nem o simulado bimestral, que incluía questões de todas as matérias, era tão longo e completo quanto as minhas provas.

Bem, mas isso agora já se foi. Falando nisso, vou lá ver Law & Order e outro dia escrevo mais um pouco…

Zailda Coirano

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: